Etiquetas

, , , ,

Estava desejoso de iniciar esta minha nova “aventura/desafio”.

Coloquei mãos ao trabalho e decidi limpar e estrumar todo o terreno. No entanto a experiência não era muita e entre compras, almoço e perfeccionismo só consegui arranjar um canteiro lateral.

Caso não fosse a ajuda da  Dª. Maria, minha vizinha, nada do que fiz hoje teria ficado igual, foi como se tivesse uma tutora hortícola privada🙂 Aprendi muito de uma senhora que, acreditem ou não, não tem estudos.

Decidimos que o canteiro seria para ervas aromáticas, como a terra não estava estrumada usei um composto orgânico de cavalo.

Como estrumar um canteiro?
Fácil:
Primeiro cavar a terra para ficar solta e alisar; depois espalhar o fertilizante por cima, quantidade suficiente para que a terra fique bem escura, e por último com um ancinho mexer bem.

Semeámos salsa e coentros, sementes que a Dª. Maria me cedeu, e plantamos poejos e hortelã.
Semear foi simples, bastou espalhar as sementes por cima da terra e remexer um pouco com um sacho de modo a que as sementes fiquem tapadas. Por fim e também importante regar com um regador com buracos finos para que a água não descubra as sementes.

Plantar os  poejos e hortelã foi simples bastou arrancar uns pés com raíz, fazer um buraco prensar as raízes e regar.

Dei um toque final no canteiro e assim ficou o meu primeiro trabalho na minha pequena horta.

Um beijo muito especial de obrigado para a Dª. Maria.